O Projeto

O Projeto Querer e Fazer – Okamba, atualmente promovido pela Universidade da Beira Interior – UBI, é a continuidade da iniciativa designada por “Projeto Querer e Fazer” criada em 1981 pelo Prof. Doutor João Luís Baptista.

Trata-se de um projeto de voluntariado orientado para alunos universitários e/ou jovens licenciados das diversas áreas de saber tais como Saúde, Educação, Engenharia.

A ação de voluntariado é realizada em colaboração com as autoridades locais.

A vertente informática do projeto visa dinamizar a formação inicial em informática a alunos e professores da Escola Unificada Dom Settimio Arturo Ferrazzetta, Cumura, Guiné Bissau. Esta iniciativa esta repartida em duas fases, sendo que a primeira está em curso desde junho 2017, tendo já proporcionado a aprendizagem de conhecimentos informáticos aos professores da escola.

Posteriormente a ação será alargada aos alunos da mesma escola. Está ainda prevista a realização de apoio remoto permanente, assegurado por alunos de Engenharia Informática da Universidade da Beira Interior (UBI), combinado com formação presencial a cada trimestre.

Para além da componente formativa, esta iniciativa já permitiu dotar a escola da infra-estrutura necessária para a realização da aprendizagem da informática, nomeadamente, ligação à Internet, acesso wireless, e ainda computadores portáteis.

Na coordenação geral e na implementação e orientação técnica das várias vertentes, a UBI, conta com o apoio do Centro de Investigação e Desenvolvimento da Beira (CIDB) e da associação O Mundo da Carolina.

 

MISSÃO DE CUMURA: História | Escola | Hospital

No Facebook: Projeto Querer e Fazer

 

Finalidades

  • Promover relações de cooperação com os países da CPLP, no âmbito da formação, investigação em Saúde, Controlo de Doenças Endémicas, Educação para a Saúde e áreas afins, da supervisão pedagógica e das engenharias, entre outras;
  • Promover o intercâmbio de estudantes e recém-licenciados entre os países da CPLP;
  • Dinamizar as Faculdades da UBI, enquanto centros difusores de excelência na Ciência e Educação, como entidades privilegiadas na cooperação para o desenvolvimento.

Objetivos

  • Incentivar estudantes e licenciados das áreas da Saúde, Educação e outras, a desenvolverem uma colaboração bilateral ativa com os países da CPLP;
  • Estabelecer contacto com diferentes realidades socioculturais, com vista a uma formação pessoal e humanamente multifacetada dos futuros profissionais das diferentes áreas, com base na promoção do intercâmbio de culturas no seio da CPLP;
  • Garantir uma ação continuada e evolutiva das intervenções, potencializando os resultados das ações no terreno de um modo sustentável;
  • Proporcionar a estudantes e licenciados das áreas em causa o contacto e a prática com outros serviços da CPLP;
  • Apoiar a realização de atividades de investigação nas diferentes áreas do saber.

Estratégias

  • Conceber e executar projetos de intervenção em parceria com entidades nacionais e locais associadas à Saúde e à Educação, respondendo às necessidades identificadas;
  • Proporcionar a deslocação organizada, em regime de voluntariado, de profissionais e de futuros profissionais de Saúde, Educação, Engenharia, Desporto, Cinema e Artes, entre outras;
  • Articular as ações numa perspetiva de médio / longo prazo, mediante a avaliação regular dos projetos.